Carrinhos a energia solar, criados por alunos do CLIP, ganham concurso

15 Junho 2019

Clipping

Carrinhos movidos a energia solar criados por alunos do CLIP conseguem primeiros lugares em corrida promovida pelo Centro de Educação Ambiental do Porto. 

 

Uma corrida de carrinhos movidos a energia solar fechou as atividades da Semana da Energia e do Ambiente, que decorreu em vários dos Centros de Educação Ambiental (CEA) da cidade.

 

Intitulada "À Velocidade do Sol", a corrida realizou-se no CEA da Quinta do Covelo e faz parte do projeto com o mesmo nome, tendo esta sido a sua 10.ª edição. Promovido pelo Município do Porto e a AdEPorto - Agência de Energia do Porto, destina-se a alunos do ensino básico e secundário do concelho do Porto e o seu principal objetivo é a conceção e construção de carrinhos movidos a energia solar, recorrendo a materiais reutilizados.

 

É realizada uma corrida cronometrada entre os vários carrinhos, sendo então atribuídos prémios e troféus aos três carrinhos mais rápidos.

 

Desta vez, estiveram em prova 10 carrinhos originais, provenientes de quatro estabelecimentos de ensino da cidade. Após uma animada e renhida corrida, os carrinhos mais rápidos foram o Faísca Mc Queen (1.º lugar), a Pucca Cósmica (2.º lugar), ambos da Escola Artística e Profissional Árvore, e o Neo Bright (3.º lugar), do CLIP - Colégio Luso Internacional do Porto.

  

Relativamente à conceção, após avaliação de todos os carrinhos, o júri decidiu pela atribuição do 1.º lugar ao carrinho Neo Bright, do 2.º lugar ao carrinho Spidy Gonzalez, ambos do CLIP - Colégio Luso Internacional do Porto, e do 3.º lugar à Pucca Cósmica, da Escola Artística e Profissional Árvore.

Os carrinhos são avaliados por um júri, que atribui prémios aos três melhores no que diz respeito à conceção.

Carrinhos a energia solar, criados por alunos do CLIP, ganham concurso

Últimas notícias

15 Abril 2024
CLIP passa às Finais Nacionais do desafio "F1 in Schools"
Após nove anos, o CLIP está de volta ao mais importante desafio de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática (STEM) do mundo, o F1 in Schools.   Na última quinta-feira, as equipas Aeroflux (5 estudantes do 11º e 12º anos) e G4 Motorsport (6 estudantes do 10º ano) dirigiram-se às finais regionais do Porto (CATIM - Centro de Apoio Tecnológico à Indústria Metalomecânica) em Penafiel, competindo com outras 17 equipas da área.   O objetivo definido para o dia era garantir um lugar na fase Nacional da competição, que é concedido apenas às três melhores equipas de cada região. Após um dia repleto de emoções intensas e competição renhida, estamos orgulhosos em celebrar que ambas as equipas do CLIP avançarão para a próxima fase do desafio. A equipa G4 Motorsport assegurou o 3º lugar, enquanto a equipa Aeroflux trouxe para casa o 2º lugar, além dos prémios de Melhor Engenharia e Melhor Apresentação Verbal.   As finais nacionais estão agendadas para 3 de julho, com as três melhores equipas garantindo acesso às Finais Mundiais. No ano passado, as Finais Mundiais foram realizadas em Singapura de 10 a 12 de setembro.   O F1 in Schools não é apenas sobre velocidade; é uma jornada emocionante de criatividade, habilidades de engenharia e conhecimento de negócios. Os participantes, geralmente com idades entre 11 e 19 anos, projetam e fabricam carros em miniatura da Formula 1, empurrando os limites da aerodinâmica e da ciência dos materiais. Essas maravilhas em miniatura são então testadas em uma pista de 20 metros, onde cada fração de segundo conta.   Além da pista de corrida, as equipas também devem desenvolver um plano de negócios abrangente, demonstrando suas estratégias de marketing, habilidades de orçamentação e capacidade de aquisição de patrocínios. Este aspecto da competição fomenta o empreendedorismo e a resolução de problemas do mundo real, preparando a próxima geração de líderes para o sucesso em uma economia global em constante evolução.   Com competições regionais e nacionais que antecedem as Finais Mundiais, o F1 in Schools é uma plataforma para jovens talentos brilharem internacionalmente. Os vencedores não apenas conquistam títulos prestigiados, mas também ganham bolsas de estudo, estágios e valiosas conexões na indústria, impulsionando-os para carreiras emocionantes em STEM.